Autoestima e Educação e o momento Laboral no Mundo o que é ser bem sucedido na Contemporaneidade?: Lapidando Diamantes para um Novo Mundo em Gestão. Postado em

Autoestima e Educação e o momento Laboral no Mundo o que é ser bem sucedido na Contemporaneidade?: Lapidando Diamantes para um Novo Mundo em Gestão.

Oncovim?

Mineiros falam assim,com muita autoestima!

Minhas referências sobre mim quais são?

Fortaleça sua autoestima e supere o complexo de inferioridade

e terá reflexos da sua luz a sua volta!!!

 

 

Nós geralmente temos uma tendência a nos sentirmos menos do que os outros e se temos onde cremos manifestamos e recriamos.

O medo em que vivemos e a publicidade que nos rodeia nos fazem sentir menos bonitas, menos inteligentes, menos divertidas, etc. Se você se deixar levar por essas emoções e tudo o que elas proporcionam, você estará vivendo uma vida triste. Fortaleça a sua autoestima para evitar isso.

Eu sei que não é tão fácil fazer isso. Não se trata somente de se levantar da cama um dia e dizer “a partir de hoje nada vai me afetar”. Bem, você pode sim tomar essa decisão, mas infelizmente as coisas nem sempre saem como queremos. Por isso, fortaleça a sua autoestima seguindo estes passos e você vai ver que pouco a pouco o complexo de inferioridade vai deixar a sua vida.

Admita que você vive com complexo de inferioridade:

Eu sei que reconhecer que é vítima do complexo de inferioridade é complicado, mas admitir que você tem este problema fortalece a sua autoestima de imediato.

 É claro que depois você terá que continuar trabalhando nisso, mas este é um passo essencial.

 

Procure identificar quando nasceu este complexo de inferioridade. 

A partir destes motivos será mais fácil criar uma estratégia de ataque contra o que faz você se sentir inferior.

Este certamente será um processo muito difícil e doloroso, mas lhe dará as chaves para definir o melhor caminho possível. 

Não tenha medo do que você pode descobrir, pense que é pior viver sem se aceitar e se amar assim como você é.

 

 

 

Identifique os sintomas do complexo de inferioridade:

Sempre que você enfrenta alguma situação em que o seu complexo de inferioridade dispara, surgem sensações muito específicas, como:

náuseas, tremores, transpiração excessiva ou nervos tensionados.

Fortaleça a sua autoestima identificando essas sensações e tirando um minuto para analisá-las:

De que situação se trata? O que ela faz você lembrar? Como ela limita suas ações? O que você pode fazer para continuar? 

Não fuja dessas sensações, elas são geniais porque lhe permitem reconhecer que você está enfrentando algo real e guiam até o caminho que fortaleça a sua autoestima.

 

Pare de enxergar o seu complexo:

Fortaleça a sua autoestima tirando toda a sua atenção daquilo que causa o complexo. 

A grande maioria dos complexos nasce de características físicas que nos fazem sentir mal com nós mesmos, mas deixe-me contar um segredo:

Muitas vezes aquilo que nos deixa complexados é inexistente para os outros.

Veja a situação de fora e você vai perceber que isso é verdade. Aproxime-se de alguém com quem você tem um relacionamento excelente e pergunte se há algo sobre si mesma que a deixa complexada. Você vai descobrir que aquilo que parece tão grave para a pessoa não é nada demais para você, ou então você nem tinha percebido que existia. O mesmo pode acontecer no seu caso.

O que você precisa neste momento é dar menos importância ao que você não gosta.

Imagine que isso não existe e siga a sua vida normalmente.

A princípio você vai precisar se esforçar um pouco, mas essa atitude fortalece a sua autoestima com o tempo.

 

Preste atenção a algo positivo:

Quanto mais tempo você passar pensando no que você não gosta e no que faz você se sentir complexado, menos disposto você estará para viver a vida. 

Siga em frente e fortaleça a sua autoestima com atividades que lhe agradem. 

Se atualmente você não tem nenhum passatempo, já é hora de encontrar um.

Encontre novas paixões, como o atletismo, ou pratique velhos hábitos como a pintura, ou simplesmente saia com os seus amigos.

Os seus complexos serão tão importantes quanto você permitir, então não deixe que eles afetem o seu dia a dia. 

Você já pensou que talvez esse “defeito” que parece tão grave para você seja visto como uma característica que o torna único aos olhos dos outros?

Fortaleça a sua autoestima,Imagine,Crie seu ambiente,Recrie-se.

O pior que você pode fazer na sua vida é deixar de viver por causa do complexo de inferioridade. 

Você é uma pessoa interessante, com muitas qualidades que podem contribuir com algo para quem o rodeia. Não se feche para a vida nem deixe de conviver com os outros só porque você não gosta de algo em si. Todos nós temos defeitos dos quais não gostamos, mas o segredo para uma vida feliz é aprender a viver com eles.

Fortaleça a sua autoestima por você.

Lembre-se de que a única pessoa que decide sobre a forma que você vive a sua vida é você. 

Prefere se esconder ou viver plenamente?

Reclamar ou Otimizar o que possui?

Desmerecer ou Valorizar?

Eu recomendaria escolher todas positivamente

e ou

viver cada dia como se fosse o último!

5 virtudes Budicas e as 4 Cardeais Ética Humana

Fé,Benevolencia,Justiça,Cortesia,Respeito

Virtudes são qualidades que levam a excelência humana.

São a nossa essência como pessoas.

É o que forma o nosso caráter.

Virtude é um termo que vêm desde a Grécia Antiga em textos de filósofos como Aristóteles, Sócrates e Platão.

A virtude refere-se primeiramente a excelência moral.

Escolher o certo sobre o errado. Procurar fazer o bem. Mais ainda, temos também as chamadas virtudes intelectuais.

Alguns exemplos de virtudes são justiça, coragem, humildade, honestidade, paciência, lealdade e compaixão.

Mas essa é uma pequena lista. Existe uma quantidade muito maior de virtudes que podemos encontrar.

O contrário de virtude é vício. Esses são atributos considerados negativos para o bom convívio em sociedade como por exemplo, inveja, arrogância, injustiça e ganância.

As virtudes têm uma ligação forte com diferentes tradições religiosas. Diversas delas como cristianismo, budismo, hinduísmo, judaísmo, islamismo e taoísmo oferecem uma lista de virtudes que consideram as mais importantes de serem cultivadas.

Mais recentemente, as virtudes têm sido objeto de estudo da psicologia na vertente conhecida como psicologia positiva. Tradicionalmente a psicologia focou seus estudos em como resolver distúrbios psicológicos olhando mais para os problemas como depressão e ansiedade por exemplo. A psicologia positiva surgiu como uma ideia de cultivar o lado positivo da personalidade, as virtudes, como um caminho alternativo para o bem-estar.

Virtudes cardeais

As virtudes cardeais são as quatro virtudes apresentadas por Platão. São consideradas as quatro virtudes centrais dos ser humano.

– Prudência – Esta virtude originalmente vem da palavra sapientia que em latim significa sabedoria. É uma virtude do intelecto, do conhecimento e da razão. É a virtude que nos permite julgar o que é certo e errado em cada situação. Por exemplo, alguém que toma uma decisão importante sem a devida avaliação do cenário e informações pode se dizer imprudente. É considerada a mãe de todas as virtudes.

– Justiça – Virtude moral de agir de forma correta em relação ao próximo. Significa dar ao outro aquilo que lhe é devido e que é dele de direito. Respeitar os direitos de cada um tratando o outro como você gostaria de ser tratado.

– Fortaleza – Esta é uma virtude também referida como força e coragem. Refere-se a habilidade de confrontar medos e incertezas para poder seguir em frente. É o espírito do guerreiro.

– Temperança – Esta é uma palavra que não é mais tão utilizada nos dias de hoje. O melhor sinônimo seria moderação. Esta virtude diz respeito a capacidade de agir de forma equilibrada e sem praticar exageros para não incorrer em atitudes que possam se tornar prejudiciais. Por exemplo, evitando excessos no consumo de comida ou bebidas alcoólicas.

Pouco se ouve falar de virtude hoje em dia. Mas neste mundo cada vez mais conturbado, deveria estar mais atual do que nunca. Devemos relembrar este conceito e procurar cultivá-las. São qualidades importantes para desenvolver o nosso espírito e viver melhor em sociedade. Cultivar virtudes é cultivar qualidade interior. 

Vamos refletir?

O Carvão que virou Diamante?

 

O que Estou fazendo aqui?

 

1-ABRA SUA MENTE:

a) Consciência sobre o Mundo Inconsciente que te trouxe até aqui...

Trabalho e ato laboral como expressões do inconsciente significativo,sobre quem sou hoje e como crio meu ato laboral e função no mundo a partir de meu mundo interior no cotidiano: Será que por sobrecompensação e sobre leis de dor,neuroses e sacrifícios???

Vamos descobrir o que sua mente concebeu e desejou e está criado e não está recriado aqui no seu presente?

Introspecção e desaceleração profunda para o resgate da consciência sobre os objetivos antecessores ao ato laboral que gestam a vida de cada individuo.

Reflexão e Tomada de Consciência sobre a situação emocional diante do fazer e do ser aqui e agora.

2-EU CONSTRUO MINHA VIDA PELOS CONCEITOS QUE APRENDI COM QUEM CONFIEI DURANTE MEU CRESCIMENTO

b) Ética pessoal e mecanismos de cooperação.

Individualismo, Medos, Timidez, Sensações de Ansiedade, controle excessivo...Stress Vamos poder nos ver em nossa essência e compreender como são os mecanismos que usamos ou não, para expressar e interpretar o perfil dos indivíduos e grupos com os quais convivemos e nos relacionamos.

Constelações e Projetividade Familiar, constituição da personalidade.

Mente com fronteiras x Mente  sem fronteiras:

3-FAÇO COMO APRENDI A FAZER E NÃO PERCEBO MUITO CLARAMENTE OS OUTROS MODOS DE FAZER e o Infinito de possibilidades do SER:

c) Cotidianismo coisificador x Liderança humanizadora

Vamos perceber que :

- Cultura entra em seu fazer projetivamente e inconscientemente.

- Só se pode escolher atitudes e posições existenciais ao percebê-las e identificá-las.

- Como criar cotidiana e subjetivamente práticas descritalizadoras do Aparelho Psíquico.

- Como Reforçamos práticas e valores que alimentam a desconexão de significado do ato vivencial e laboral.

4-SAIA DA CAIXA

d) Realização profissional, resgate do significado do ato laboral e motivação pessoal para o indivíduo no desenvolvimento dos seus objetivos:

-O que eu realmente queria ser e fazer quando crescesse,qual meu potencial e minha motivação natural?

-Quando e como me perdi de minha essência realizadora ou confundi minha real identidade?

-Quais meus medos e crenças limitadoras de assumir quem sou com energia e ímpeto vital?

-COMO resgatar e expressar a minha história pessoal trazendo significação à minha atual função com sinergia construtiva?

5-EU LAPIDADO:EU, NOVO INDIVIDUO EM GESTÃO

e) Conclusão do processo de formação:

-Interligação dos temas entre si de forma didática, técnica aplicada reestruturação da visão de si mesmo, no método de auto avaliação.

-Devolução do material escrito, para ser analisado em conjunto.

-Feedback sobre todo o processo.

-Revendo Crenças pessoais limitadoras do avanço pessoal e profissional que utilizamos sem perceber.

-Mecanismos comportamentais reflexos que impedem de evoluir sobre si mesmo de modo livre a criativo.

-Pensamentos e conceitos socioculturais rígidos estabelecidos no meio familiar e sócio cultural.

Vendo meus atos  reflexos conheço um pouco mais de mim e posso planejar  brilhando para o amanhã!! 

___________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________

Ao abandonarmos nossas miseráveis imagens de ser e existir encontramos o Paraiso,

aliás somos o Paraíso!

Osho"

Namastê!!!

__________________________________________________________

Oncotava?Onde eu estava? legitimo Mineires Uai!!!

1o.Direitos e Deveres

Como aprendi a me considerar?

 

Identidade Social,Existencial e de Cidadania

Em que Época você foi Educada

Em que Momento você foi formada

Em que período você começou a lecionar?

A primeira organização Legal da Educação.

Reforma Capanema

Leis Orgânicas do Ensino de 1942 e 1946 (As)

Durante o Estado Novo (1937-1945) a regulamentação do ensino foi levada a efeito a partir de 1942, com a Reforma Capanema, sob o nome de Leis Orgânicas do Ensino, que estruturou o ensino industrial, reformou o ensino comercial e criou o Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial – SENAI, como também trouxe mudanças no ensino secundário.  Gustavo Capanema esteve à frente do Ministério da Educação durante o governo Getúlio Vargas, entre 1934 e 1945.

Foram esses os decretos-lei:

  • ·         Decreto-lei n. 4.073, de 30 de janeiro de 1942, que organizou o ensino industrial;
  • ·         Decreto-lei n. 4.048,  de 22 de janeiro de 1942, que instituiu o SENAI;
  • ·         Decreto-lei n.4.244 de 9 de abril de 1942, que organizou o ensino secundário em dois ciclos: o ginasial, com quatro anos, e o colegial, com três anos;
  • ·         Decreto-lei n.6.141, de 28 de dezembro de 1943, que reformou o ensino comercial.

Em 1946, já no fim do Estado Novo e durante o Governo Provisório, a Lei Orgânica do Ensino Primário organizou esse nível de ensino com diretrizes gerais, que continuou a ser de responsabilidade dos estados; organizou o ensino primário supletivo, com duração de dois anos, destinado a adolescentes a partir dos 13 anos e adultos; a legislação de ensino organizou também o ensino normal e o ensino agrícola e criou o Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial - SENAC. Nesse momento o Ministério da Educação estava a cargo de Raul Leitão da Cunha. Foram esses os Decretos-lei:

·         Decreto-lei n. 8.529, de 02 de janeiro de 1946, que organizou o ensino primário a nível nacional;

 

Historia Nacional (LDBNs)

LDB

4.024/61

Segundo  Cecília Queiroz (2007), a Lei no 4024/61 foi a primeira Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional (LDBN) elaborada no Brasil, caracterizada por não ter qualquer preocupação com o ensino básico. Na oportunidade, houve um grande debate no Congresso Nacional, concluindo-se com uma lei que não correspondeu nenhuma das  expectativas dos envolvidos no processo. Na realidade, tornou-se uma solução de compromissos entre os defensores das escolas da rede particular vinculada à igreja, que buscava manter-se no sistema educativo, após perder seu mandato durante o início do século, lutou para preservar os privilégios para os filhos das elites.

Nas palavras de Saviani (1997), a Lei n º 4.024/61 era inócua, ou seja, que não prejudica, mesmo privilegiando a elite, tal qual é a Lei n° 9394/96, atualmente em vigor, mas vale lembrar também que, antes disso, não havia no Brasil uma lei específica para a educação.

Nessa perspectiva, podemos afirmar que mesmo que tenha sido pequeno, sua promulgação trouxe um avanço para as questões educacionais 

LDB

5.540/68

O texto da Lei 5540/68 revestiu-se de um caráter autoritário, que caracterizou a quase totalidade dos atos do regime militar. De tal modo, que além de enfatizar no Art. 16, parágrafo 4º, “a manutenção da ordem e disciplina”, demonstra-se uma preocupação saneadora, ainda pouco sistematizada pelo oferecimento de formação cívica e física aos estudantes (BRASIL, 1968).

Em resumo, a política educacional instituída precisou adaptar o sistema educacional ao atendimento dos interesses do governo da época (Ditadura Militar), que tinha como meta um crescimento econômico urgente do país, custasse o que fora preciso, reprimindo seus opositores e com o intuito de formar homens para o mercado de trabalho e a produção e não pessoas para o mundo social.

LDB

5.692/71

Conforme Filomena Moita (2007), a “nova” orientação dada à educação representava a preocupação com o aprimoramento técnico e o incremento da eficiência e maximização dos resultados e tinha como decorrência a adoção de um ideário que se configurava pela ênfase no aspecto quantitativo, nos meios e técnicas educacionais, na formação profissional e na adaptação do ensino as demandas da produção industrial.

A profissionalização referida pela Lei N° 5692/71 assenta-se sobre a intenção de estabelecer-se uma interação direta entre formação educacional e mercado de trabalho. (BRASIL, 1971).

Conclui-se que esse período foi marcado pela ainda valorização do homem como máquina para o trabalho e para acelerar este processo foi enfatizado a questão dos ensinos técnicos e profissionalizantes que ganharam força na época, pois formava os trabalhadores mais rápido do que as universidades, e poucos tinham oportunidade de frequentar um centro universitário naquela época (ROMANELLI, 1987).

LDB

9.394/96

A legislação brasileira, na área educacional, a rigor, apresentou um grande avanço com a promulgação da Constituição de 1988. Foi a partir desta constituição que começou a se pensar sobre os aspectos que seriam inseridos na LDB 9394/96, atualmente em vigor com características mais “sociais”, ao contrário das características voltadas a preparação de mão de obra das outras LDBNs (SAVIANI, 1997).

A nova Lei, que estabelece as Diretrizes e Bases da Educação Nacional, teve um início diferente da tradição de leis criadas para a educação no país.

Foi instituída em 20 de dezembro de 1996, promovendo a descentralização e a autonomia das escolas e universidades, permitindo, ainda, a criação de um processo regular de avaliação do ensino brasileiro.

A LDB promove a autonomia, também, dos sistemas de ensino e a valorização do professor e do magistério, pelo menos na teoria e no papel.

 ___________________________________________________________________________

 Oncovo?Onde eu vou em dialeto mineiro..

2o Identidade Vivencial

Pessoal,humana,valores,modelo de mundo.

  • Dialética e a Avaliação Continuada e Educação que promove Felicidade.
  • Diferenças Econômicas e de Acesso ao Conhecimento.
  • Espaços Reais e Espaços Virtuais da Educação.
  • Modelos de Ser e de Viver ou de Subsistir e Vegetar?
  • Para que e quem Educamos?
  • A importância do Educador com sensibilidade de Leitura Contextual, Sentido da Vida e do Amor.

Significante Significado na Alfabetização Emocional

Morin Conhecimento Pertinente

Ser Feliz e Fazer Feliz

Ter Sucesso e Ser Bem Sucedido

 

Bauman e a  Era Liquida e a Grande Mudança de Paradigma

“Vivemos em tempos líquidos. Nada foi feito para durar.” Foi o que disse Zygmunt Bauman, sociólogo polonês que preferiu definir o que muitos chamam de pós modernidade como modernidade líquida.

Segundo ele, que é um dos pensadores mais influentes do final do século XX, foi-se o tempo em que os conceitos, as ideias e as estruturas sociais eram sólidos, rígidos, estáveis e previsíveis. Nos tempos de hoje as certezas escorrem pelos dedos das mãos.

A realidade da sociedade contemporânea é permanentemente incerta. Em seu livro "Modernidade Líquida", escrito em meio aquele alvoroço mundial por conta do bug do milênio, ele aborda 5 tópicos básicos.

Emancipação-Individualidade-Tempo Espaço "Instantaneidade"-Trabalho-Comunidade

 

 

Edgar Mohan-Teoria da Complexidade

Os sete saberes Reintegrados 

O programa Fronteiras do Pensamento apresenta a primeira parte da conferência

"O caminho para o futuro da humanidade", de Edgar Morin.

O filósofo e sociólogo questiona como a globalização uniu e isolou culturas, e aponta a reintegração dos saberes e a consciência das ambivalências da sociedade como vias de uma transformação.

 

 Ética e sociedade 

 

 

Edgar Morin - Para uma ética da humanidade

 

7 saberes Edgar Morin

Sete são os saberesque precisam ser ensinados...1. Considerar erros e ilusões constantes nas concepções;2. Construir o...

Você acredita que já esta no Mundo liquido?

Você já esta se Reinventando?

Já pensou que este é uma Excelente Semana para se abrir ,sair da caixa,dar um salto quântico,repensar a vida e receber toda esta oportunidade de revisar seu modelo existencial sistêmico e pessoal revendo seus significados,ética,sua vida suas praticas cotidianas?

Espero que possam revigorar suas formas de ver e interagir com a vida e com a sala de aula no processo Educativo e Existencial!

Pratique as 5 Virtudes nesta Semana!

Fé em si mesmo

Gentileza

Gratidão

Suavidade

Ética nas pequenas e grandes coisas.

coragem de guerreiro

verdade reta em tudo

igualdade de direitos e de deveres

que tal?

Namastê!

_______________________________________________________________________________________________________________________ 

Os TRIBALISTAS 

DIÁSPORA

 

 

O que é Diáspora:

Diáspora é um substantivo feminino com origem no termo grego "diasporá", que significa dispersão de povos, por motivos políticos ou religiosos.

Este conceito surgiu pela primeira vez graças à dispersão dos judeus no mundo antigo, principalmente depois do exílio babilônico, dispersão que continuou a ocorrer ao longo dos séculos e que se verifica até hoje.

Apesar da sua origem, o termo diáspora não é usado exclusivamente no caso dos judeus e serve para descrever qualquer comunidade étnica ou religiosa que vive dispersa ou fora do seu lugar de origem.

Diáspora judaica

A diáspora judaica diz respeito ao conjunto de comunidades judaicas que vivem fora da Palestina por razões de ordem política (deportações) e, sobretudo, comerciais. A principal origem da diáspora se encontra no Cativeiro da Babilônia, pois apesar da liberdade concedida por Ciro II de regressarem à Palestina, a maior parte dos judeus preferiu permanecer na Babilônia. A partir daí se dispersaram por outros países de tal modo que passou a haver mais judeus fora do que dentro da Palestina. A diáspora egípcia se deve à tradução grega a Bíblia, dita dos Setenta (intérpretes ou tradutores), usadas pelos primeiros cristãos.

Diáspora africana e chinesa

A diáspora africana, também conhecida como Diáspora Negra consistiu no fenômeno histórico e sociocultural que ocorreu muito em função da escravatura, quando indivíduos africanos eram forçosamente transportados para outros países para trabalharem.

No caso da diáspora chinesa, é possível constatar que os chineses se espalham pelo mundo principalmente por motivos comerciais. Eles se adaptam e constroem negócios em vários países.

 

 

 

 

 

 

 

 

 


Publicado na seguinte categoria do Blog

Dia 7 as 20.00 horas no Kennaz investimento R$30,00 reais

Mande-nos uma mensagem

Nosso contato

Endereço

Rua Nunes Machado, 3051 - Centro
Casa A - CEP 80220-071 - Curitiba - PR
Veja no mapa

Mande-nos uma mensagem